PARTILHA: Quarta-feira, 27 de maio: um solprimaveril e uma multidão alegre acolheram o Papa Francisco para aaudiência geral. Tema da...

A Palavra de Deus através do Papa.

Sim ao noivado e não ao " matrimônio express "

Sim ao noivado e não ao " matrimônio express "

PARTILHA:          

Quarta-feira, 27 de maio: um sol primaveril e uma multidão alegre acolheram o Papa Francisco para a audiência geral. Tema da catequese: o noivado que segundo o Santo Padre é um tempo de conhecimento recíproco e de partilha de um projeto e de um caminho.

“Aos poucos, o homem aprende o que é a mulher, aprendendo aquela mulher concreta; e a mulher aprende o que é o homem, aprendendo aquele homem concreto” – disse o Papa Francisco salientando que não se deve desvalorizar a importância desta aprendizagem, pois o noivado não é somente uma felicidade descomprometida ou uma emoção encantada, mas um caminho de trabalho e aperfeiçoamento:

“A aliança de amor entre o homem e a mulher para toda a vida não se improvisa, não se faz de um dia para outro, não existe o ‘matrimónio express’: é preciso trabalhar sobre o amor… é preciso caminhar… A aliança entre homem e mulher aprende-se e aperfeiçoa-se. É uma aliança artesanal. Fazer de duas vidas uma só vida, é quase um milagre da liberdade e do coração, confiado à fé.”

Quem pretende tudo, já e agora – afirmou o Santo Padre – cede também imediatamente diante da primeira dificuldade ou ocasião. Quando assim é “não há esperança para a confiança” e prevalece o hábito de consumir o amor como uma espécie de ‘integrador’ do bem-estar psicofísico. Isso não é amor!” – advertiu o Papa.

“O noivado põe à prova a vontade de guardar algo que nunca deverá ser comprado ou vendido, atraiçoado ou abandonado por mais atraente que possa ser a oferta” – sublinhou o Santo Padre que salientou que o noivado é um percurso de vida que deve amadurecer, tal e qual como a fruta. É um caminho para amadurecer. Muitas vezes, os casais dão-se conta disso nos Cursos de Preparação para o Matrimónio, onde verificam que apesar de ambos se encontrarem há muito tempo ou até mesmo viverem juntos, na verdade não se conhecem.

“Os cursos pré-matrimoniais são uma expressão especial da preparação. E nós vemos tantos casais, que se calhar chegam ao curso um pouco contra a vontade, mas depois ficam contentes e agradecem, porque efetivamente encontraram ali a ocasião – às vezes única – para refletir sobre a sua experiência em termos não banais.”

O Santo Padre recordou que na Bíblia o casal pode redescobrir momentos fundamentais como a oração e os sacramentos, de modo a preparar a celebração do matrimónio de maneira cristã, e não mundana.

O Papa Francisco pediu ainda aos jovens casais para não queimarem as etapas do caminho de noivado, que deve ser de amadurecimento, passo a passo:

“O tempo do noivado pode tornar-se verdadeiramente num tempo de iniciação à surpresa dos dons espirituais com os quais o Senhor, através da Igreja, enriquece o horizonte da nova família que se dispõe a viver na sua bênção” – sublinhou o Papa Francisco.

No final da catequese o Papa rezou uma Avé- Maria por todos os noivos, para que possam conhecer a beleza deste caminho em direção ao matrimónio.

O Santo Padre saudou também os peregrinos de língua portuguesa:

“Com grande afeto, saúdo os peregrinos de língua portuguesa, particularmente os fiéis da Catedral de Bragança do Pará e demais grupos do Brasil, com votos de que possais vós todos dar-vos sempre conta do dom maravilhoso que é a vida. Vele sobre o vosso caminho a Virgem Maria e vos ajude a ser sinal de confiança e esperança no meio dos vossos irmãos. Sobre vós e vossas famílias desça a Bênção de Deus.”

O Papa Francisco a todos deu a sua bênção ! (RS)


 

Envie seu comentário

Redes Sociais

Receba notícias grátis

Modalidades

Twitter

Arquivos



Copyright © 2013 Cobras da Notícia - Direitos Reservados - Desenvolvimento AbusarWEB